“DJ”

2013 - Taw

Release

 

Um Disco Conceitual

O retorno do Taw ao estúdio fez nascer um álbum conceitual. É a conexão sonora e temática de dois caminhos do artista. O DJ profissional veterano, que toca fogo nas pistas de dança como se estivesse no palco de um grande festival, entrou na mesma rede de wi fi que o cantor que gravou seu primeiro disco com uma banda de Rock nos anos 90.

Guitarras, mixagens e batidas formatam a estrutura de 11 faixas que criam uma atmosfera estética coerente com a própria história musical do artista. A voz poderosa que tanto pode cantar um Rock and Roll quanto uma Soul Music com absoluta naturalidade funciona como assinatura.

Influências do Rock dos anos 80, da Black Music e da música Eletrônica aparecem em vários momentos do disco, em alguns mais claramente, em outros, apenas nos detalhes. Algumas faixas contam com letras diretas sobre o universo dos Disc Jockeys, mundo que Taw faz parte há décadas.

Quando em “Som na Guitarra” surgem samples de Paralamas, Ultraje, Frejat, Titãs e Celso Blues Boy com uma batida drum and bass é como se uma ponta se ligasse a outra formando um círculo. . Pontas que se conectam também na regravação de embalagem eletrônica do Blues “Quem me Olha Só”, composição de Frejat e Arnaldo Antunes, gravada pelo Barão Vermelho nos anos 80.

“O Titular”- com citação de “Fazendo Música, Jogando Bola” de Pepeu Gomes – e “Viciado em Rock and Roll” funcionam juntas como um perfil em letra & música do Taw.

“DJ” é um resumo da história de um artista com diferentes, mas coerentes experiências no mundo da música. Um cara que comandou pistas de dança com dezenas, centenas e milhares de pessoas. Um empresário que promoveu, apoiou e investiu em cultura lançando vários novos nomes da música.

Um disco que é uma autobiografia.

Onde encontrar:

Deezer
Google Play
iTunes
Spotify

Ouça o disco